sábado, 14 de maio de 2016

Pense Magro: Contrarie a Síndrome da Injustiça

Eu tenho uma prima que é assim, come à vontade e muito!
Nunca engordou, é bem magrinha mesmo!

Coloque a injustiça em perspectiva
Se a ideia de que fazer dieta é uma injustiça incentiva você a comer, faça o seguinte:

Relembre os motivos pelos quais você decidiu fazer dieta.
A menos que sua dieta seja motivada por razões médicas, você escolheu livremente esse caminho.
Você não é obrigado a fazer dieta.
Você pode não estar se sentindo assim exatamente neste momento, mas algum tempo atrás, sentiu fortemente que as vantagens superavam o trabalho duro.
Naquele momento você sentiu que as desvantagens de não fazer dieta eram severas demais.

Leia seu Cartão de Enfrentamento das Vantagens novamente.
.Pense nas vantagens que você tem na vida.
.Comparando-se com muitas pessoas no mundo, você é muito mais livre para fazer o quê e para falar sobre o quê é importante para você, para viver sua vida como quiser.
.É injusto que você tenha todas essas liberdades enquanto outras pessoas não tem?
.Pense em outros exemplos de vantagens que você tem.

Faça um Cartão de Enfrentamento
Se você está constantemente pensando que é injusto ter que fazer dieta, você precisa de um Cartão de Enfrentamento para ajudá-lo a mudar esse pensamento.
Este exemplo pode ajudá-lo a fazer seu próprio cartão.

______________________________________________

Cartão de Enfrentamento
“Fazer dieta pode não ser justo, mas eu tenho duas escolhas: eu posso ficar com pena de mim, parar de seguir meu planejamento, não atingir minha meta e continuar a me sentir infeliz comigo mesmo ou então eu posso praticar a empatia comigo mesmo, mas ir em frente e fazer o que sei que preciso.
Todo mundo experimenta algum tipo de injustiça na vida.
Essa é uma das minhas.
Além disso, a grande injustiça comigo seria deixar que essas desculpas me impedissem de atingir a meta que eu quero tanto alcançar”.
______________________________________________

“Eu tenho três escolhas:
1 - Posso desistir e ficar com este peso - ou, mais precisamente, continuar a ganhar peso todo ano.
2 - Eu posso entrar e sair de dietas. Passar dias/meses/anos comendo tudo o que quero, dias/meses/anos tentando aderir a uma dieta, e, na maior parte do tempo, pesando mais que quero.
3 - Posso aceitar o fato de que não é justo fazer dieta, mas prosseguir, continuando a fazer o que é necessário para emagrecer. Estou escolhendo livremente esta opção”.

Um comentário:

  1. Gostei, verdade eu também convivo com este pensamento e sempre lembro o motivo pelo qual decidi mudar kkk

    ResponderExcluir